Tartaruga de Couro ou Gigante (Dermochelys Coriacea)

A Tartaruga de Couro ou Gigante é a maior espécie de tartaruga que existe atualmente. Pode chegar a medir até dois metros de comprimento de casco e pesar 900 quilos. A denominação “de Couro ” se deve ao fato de seu casco ser menos rígido que outras tartarugas marinhas e se assemelhar ao couro. Composto por uma camada de pele fina e resistente e milhares de placas minúsculas de osso, formando sete quilhas ao longo do comprimento, sendo que apenas os filhotes apresentam placas córneas.

A Tartaruga de Couro é de cor preta com pontos brancos ou amarelos e possuí grandes nadadeiras frontais que proporcionam grande força e velocidade, permitindo a mesma nadar longas distância (desde o Oceano Índico, o Pacífico, o Atlântico e indo até o Círculo polar ártico- com temperaturas de cerca de 6°C). Podem mergulhar até quase 1000 metros de profundidade. Vivem sempre em alto mar e só se aproximam da costa para desovar (no caso das fêmeas), os machos quase nunca se aproximam da costa. Desovam em costas brasileiras (litoral do Espírito Santo) algo em torno de 7 fêmeas por temporada, e em áreas internacionais como Malásia, Nova Guiné, Moçambique, África do Sul, Madagáscar e Costa Rica. Estima-se que existam cerca de 34.000 fêmeas em idade reprodutiva. Alimentam-se principalmente de águas-vivas e medusas e por isso ao encontrar pedaços de plásticos jogados ao mar, podem confundi-los com seu alimento e se intoxicarem com os mesmos. É a espécie de tartaruga marinha presente no litoral brasileiro que se encontra mais ameaçada de extinção – Criticamente em Perigo (IUCN e IBAMA).

Colaboração: Adriana Tiemi Akamine

0 visualização0 comentário

Posts recentes

Ver tudo
whatsapp-icon-logo-removebg-preview.png